O País – A verdade como notícia

Acidente de viação matou uma pessoa nas vésperas da transição do ano

F

A duas horas para a transição do ano, acidente de viação matou uma pessoa na Estrada Circular de Maputo. A vítima era o condutor e o único ocupante da viatura. Suspeita-se que o excesso de velocidade tenha sido a causa do sinistro.

Quando tudo parecia pronto para uma transição pacífica de 2021 para 2022, eis que um acidente de viação veio mudar o rumo dos factos. A viatura ligeira sinistrada seguia o sentido distrito de Marracuene, província de Maputo, à Cidade de Maputo, despistou, galgou o separador da estrada, foi embater contra um poste e capotou. O condutor, único ocupante, morreu no local do acidente.

A vítima é Dércio Guibunda, que encontrou a morte por volta das 21 horas do último dia do ano e testemunhas contam o que viram. “Eu estava do outro lado da estrada e o senhor vinha noutro, com mais dois carros, três com o dele. Os dois passaram. Ele, não sei se queria ultrapassar a outra viatura, galgou o separador e o carro capotou para o outro lado”, contou uma testemunha do acidente, em anonimato.

O carro voltou à posição inicial e o professor de profissão ficou gravemente ferido. “O carro tentou lançar o condutor, por isso a porta ficou toda amolgada, mas, se chegou ao nível que chegou, é porque faltou pronto-socorro. Se tivesse tido ambulância por perto, talvez teria feito alguma coisa”, lamentou outra testemunha, na condição de anonimato.

Ou seja, após o acidente, Dércio Guibunda ainda estava vivo, mas, quando chegou a ambulância, já era tarde.

Nesta condição, o corpo não mais foi removido pela ambulância, mas pelo Serviço Nacional de Investigação Criminal.

Para já, suspeita-se que o excesso de velocidade tenha sido a causa do acidente de viação.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos