O País – A verdade como notícia

Abre-se um novo capítulo na relação entre a SASOL e as comunidades de Inhambane

Depois do braço de ferro entre o Governo e a multinacional SASOL por conta da ausência desta em acções de responsabilidade social e a comunidade dos distritos de Inhassoro e Govuro, abre-se um novo capítulo nas relações entre a SASOL e as comunidades daqueles distritos.

A SASOL decidiu abrir a bolsa e disponibilizar 20 milhões de dólares Americanos para acções de responsabilidade social naqueles distritos, em áreas prioritárias, definidas pelas comunidades.

Na manhã desta quinta-feira teve lugar em Inhassoro, a cerimônia de assinatura do chamado "Acordo de Desenvolvimento Local" um documento que define as linhas orientadoras das acções de responsabilidade social da petroquímica nas comunidades em que opera.

Trata-se de um documento elaborado junto com a comunidade, em que ela mesma definiu as infraestruturas e serviços a serem colocados na comunidade.

O governador de Inhambane, Daniel Chapo, que liderou o processo de elaboração do documento, disse na cerimónia de assinatura, ser a oportunidade que as comunidades têm de liderar o processo de desenvolvimento do próprio distrito.

O director Geral da SASOL, Ouvidio Rodolfo, diz que esta é uma nova forma de estar da empresa e o objectivo é responder os anseios da população dos dois distritos.

O valor de 20 Milhões USD será disponibilizado pela SASOL por 5 anos, cabendo a cada distrito, 2 milhões USD por ano.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos