O País – A verdade como notícia

Abdul Omar: o homem que se segue no Chibuto

Está de volta o polémico e controverso Abdul Omar ao Chibuto, clube que orientou na sua primeira aparição no Moçambola e conduziu à final da Taça de Moçambique, em 2013.  

O técnico será apresentado, esta segunda-feira, como sucessor de Sebastião Sitói que foi despedido sexta-feira última por alegados maus resultados no Moçambola 2019.

Ainda hoje, Abdul Omar deverá orientar a primeira sessão de treinos dos “guerreiros” de Gaza. A estreia do técnico está prevista para próximo sábado quando o Chibuto receber a Liga Desportiva de Maputo, em desafio inserido na sexta jornada do campeonato nacional de futebol.  

Omar encontra uma equipa que ocupa na 11.ª posição com seis pontos, portanto, um degrau acima da linha água.

Os “guerreiros” estrearam-se no Moçambola 2019  a 28 de Abril  com uma derrota diante do Chibuto FC, sendo que na segunda jornada, a 5 de Maio, venceram o Têxtil de Púnguè, por 2-1.  Nova derrota, na terceira ronda, frente ao Ferroviário de Nampula por 3-1.

Já na quarta jornada, o Chibuto recebeu e venceu o Baía de Pemba por dois a zero, numa partida em que Edinho e Messi estiveram em destaque ao marcar os golos da equipa da casa.
Na quinta jornada, antes da interrupção do campeonato, o Chibuto perdeu com o Maxaquene por um a zero.

Omar já treinou o Vilankulo FC, Matchedje, Desportivo de Maputo, Textáfrica do Chimoio, entre outros clubes.

Entretanto, o Chibuto FC procedeu há dias ao lançamento da campanha “1000 sócios” que visa angariar sócios ao clube, numa cerimónia que contou coma presença da Governadora de Gaza, Stela Zeca.

Os “guerreiros” de Gaza pretendem, com esta campanha, minimizar os problemas financeiros que enfrentam desde a saída da estrutura de patrocínio de Junaid Lagy, empresário que está agora focado no Black Bulls.

Nesta altura, o Chibuto conta com 190 sócios, sendo que grande parte destes não paga cotas, situação que não ajuda a colectividade.

Para já, a Moz Índia, empresa do ramo de processamento e descasque de arroz,  segundo o presidente do Chibuto, Betuel Saveca, prometeu ajudar a colectividade com um valor não especificado.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos