O País – A verdade como notícia

ABCM já projecta Engen

Interrompido na quarta jornada, devido ao Coronavírus, o Campeonato da cidade de Maputo em seniores masculinos e femininos deve, pelas contas da Associação de Basquetebol da Cidade de Maputo (ABCM), retomar em Julho próximo. O grande passo a dar, para o efeito, é renegociar com o patrocinador oficial da prova, Engen, uma vez que o contrato terminou em Janeiro deste ano.

É do interesse da ABCM que a parceria seja estendida, até porque há resultados visíveis da mesma sob o ponto de vista desportivo. O quadro competitivo melhorou significativamente na capital do país, para além da grande visibilidade que a competição ganhou.

A título de exemplo, em 2019, os jogos dos play-offs da final registaram uma assistência que há muito não se  via nas provas da capital do país.

A final entre o Ferroviário de Maputo e A Politécnica atraiu muito público, tendo lotado no jogo decisivo que ditou a conquista do título pela A Politécnica.

O Campeonato da Cidade tem, ainda, a particularidade de se ter transformado na prova com maior premiação a nível nacional, superando até os valores oferecidos na Liga Moçambicana de Basquetebol.  A projecção é que a prova seja disputada em três voltas, seguindo-se os cruzamentos.

Mesmo depois de ter perdido quase toda equipa que surpreendeu o Ferroviário de Maputo  (Lote Tonela, Yuran Biosse, Klaus Bunguele), a A Politécnica vai procurar revalidar o título conquistado em 2019 no pavilhão do Maxaquene.

Mas, atenção que o campeão nacional, Ferroviário de Maputo, quer recuperar o seu protagonismo na capital, conquistando esta que é a maior competição.

O excelente desempenho na BAL eleva, ainda, mais a fasquia nas provas internas.

Nesta luta, há a destacar o Costa do Sol que se reforçou com alguns internacionais. Os vice-campeões nacionais e finalistas da Engen, em 2018, têm, certamente, uma palavra a dizer com as opções que apresentam.

Em femininos, a luta também promete ser entre o Costa do Sol e o Ferroviário, dois conjuntos que têm bipolarizado a modalidade.

O Costa do Sol, com Leonel Manhique no leme da equipa, quer definitivamente quebrar o enguiço. Ou melhor, assumir-se como um clube ganhador. E até apresenta jogadoras de selecção nacional com destaque para Ingvild Mucauro e Nilza Chiziane. Pressão para o Ferroviário de Maputo, vencedor da prova nas últimas cinco edições. Com o experiente treinador Nasir “ Nelito” Salé ganhar é mesmo uma obrigação.

O Campeonato da cidade é claramente uma das etapas de preparação para a Taça dos Campeões Africanos.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos