O País – A verdade como notícia

72 antigos combatentes da Luta de Libertação Nacional passam à reserva

Setenta e dois antigos combatentes da Luta de Libertação Nacional passaram esta quarta-feira à reserva.

O comandante-geral da PRM, Bernadino Rafael diz tratar-se de um simples administrativo pois estes continuarão ligados à corporação por pelo menos mais cinco anos.

Os combatentes que passam à reserva deixam a vida activa nas fileiras da polícia mas garantem que nunca deixarão de servir à pátria.

Por sua vez, o comandante-geral da PRM diz que este acto é meramente administrativo, pois em termos práticos, estes estarão sempre vinculados à Polícia da República de Moçambique.

Bernardino Rafael instou aos oficiais que vão à reserva a respeitarem sempre a corporação que nalgum dia fizeram parte dela.

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos