O País – A verdade como notícia

36 mil pessoas acomodadas em 96 centros de acomodação

Noventa e seis centros de acomodação foram criados em Sofala, Manica , Tete e Zambézia para as vítimas das inundações e do ciclone IDAI. O último registo do Instituto nacional de Gestão de Calamidades apontava para 36 mil pessoas acomodadas nesses centros.

As operações de resgate continuam, mas 347 mil pessoas continuam em risco. O INGC criou equipas de trabalho para gerir os apoios que tem estado a receber.

“Há este trabalho de resgate que está a acontecer, é um trabalho positivo e notável também,  foram salvas 40 mil pessoas”, disse Rita Almeida, porta-voz do INGC.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos