O País – A verdade como notícia

300 famílias esperam ser reassentadas em Maputo

É em condições de risco devido a inundações que vivem mais de trezentas famílias do bairro de Hulene B, na Cidade de Maputo. E porque a época chuvosa se avizinha, uma equipa constituída pelo INGC e município de Maputo visitou, hoje, a zona para se inteirar sobre o processo de retirada das famílias.

Das 600 famílias que estão numa situação de risco, apenas 262 foram reassentadas. O município da cidade de Maputo diz não ter como avançar com o processo por falta de espaços para atribuir cidadãos, de acordo com Yolanda Manuel, Vereadora de Saúde e Açcão Social do Conselho Municipal de Maputo.

Para que as famílias reassentadas não voltem a ocupar os espaços proibidos, as autoridades locais, em coordenação com as municipais, têm vindo a destruir as casas abandonadas e a colocar placas proibitivas.

Segundo as autoridades, neste momento, decorre o trabalho de aconselhamento das famílias para que estejam preparadas a abandonar aqueles locais, para zonas seguras devido à época chuvosa que se avizinha.  

 

 

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos