O País – A verdade como notícia

13º Congresso da UNITA: Partido elege novo presidente esta sexta-feira

A União Nacional para Independência Total de Angola, UNITA, elege, esta sexta-feira, o terceiro presidente na história da formação do "Galo Negro".

O evento que arrancou ontem, reúne durante três dias, na sede do partido em Viana, mil cento e cinquenta delegados vindos das delegações da UNITA no interior e exterior de Angola, que vão eleger o sucessor do líder Isaías Samakuva no poder há 16 anos.

São cinco candidatos que disputam a liderança do “galo negro”. Alcides Sakala, porta-voz do partido, Adalberto Costa Júnior, líder da bancada parlamentar, Raúl Danda, vice-presidente do partido, Abílio Numa, general e deputado, e José Katchiungo, deputado. Samakuva que assumiu o poder após a morte de Jonas Savimbi disse esperar que novo líder seja alguém com capacidades de congregar e não dividir os membros do partido.

Neste segundo dia, os cinco candidatos mostram-se confiantes mas também já adiantaram que em caso de derrota, vão trabalhar com o futuro presidente para levar às próximas eleições gerais uma UNITA mais forte.

Durante o discurso de abertura do 13º congresso ordinário da UNITA, o presidente cessante, Isaías Samakuva, pediu aos militantes que escolhessem “um líder com capacidade de congregar, e não dividir” e que trabalhassem juntos para levar a UNITA ao poder.

"Líderes honestos e disciplinados capazes de formar um núcleo sólido, disciplinado e coeso para constituir a direção executiva do partido e trabalhar, afincadamente, em equipa para a conquista do poder desejado", acrescentou Isaías Samakuva.

O maior partido da oposição, em Angola, foi criado há 53 anos por Jonas Savimbi. Após a sua morte, sucedeu-lhe no cargo Isaías Samakuva, que dirigiu o partido durante 16 anos.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos