O País – A verdade como notícia

1º de Maio: Trabalhadores manifestam alegria e reivindicações em dísticos, cânticos e danças

Centenas de trabalhadores fizeram-se hoje à Praça dos Trabalhadores para o habitual desfile do Dia dos Trabalhadores. Houve manifestações de alegria e reivindicações em forma de dísticos, cânticos e danças.

O desfile foi aberto pela banda da PRM e pelas crianças da Organização dos Continuadores de Moçambique a meio da manhã. Seguiu-se depois a marcha dos trabalhadores. Os sectores agro-pecuários foram os primeiros, mesmo ainda tentando digerir o aumento no seu salário mínimo, anunciado esta terça-feira.

Presença também digna de registo foi dos trabalhadores do sector de segurança privada. Muitos deles, com novos fardamentos, mas com velhos problemas: salários baixos, falta de pagamento de horas extras e falta de condições adequadas para o exercício das suas actividades.

Preocupações à parte, o desfile teve também vários momentos de dança, ainda que a maioria das canções fossem de contestação e não exactamente de alegria.

O resto estava estampado nos dísticos. Um misto de exaltação da data e de reivindicação por melhores condições de trabalho e de vida.

A chegada do edil de Maputo foi motivo de euforia e de um pedido em forma de cancão. Os informais pediam a Eneas comiche que os deixasse continuar a vender nos locais tidos pelo Município como inapropriados.

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos